Um discursinho: Entediados a enlouquecer na espera para a guerra acabar!

Alguns dias atrás, postei aqui sobre uma linda mulher síria que conheci. Refugiada na Jordânia, uma das suas maiores frustraçōes era que ela e suas filhas estāo entediadas demais. Sem trabalho, sem escola, sem família por perto. E a verdade é, que ficaram traumatizadas ao sobreviver o bombardeamento do bairro delas na Síria, entāo sair da casa nāo as interessa muito.

Nesta minha jornada com amigos sírios, com os eventos atuais que estāo virando o país deles ponta-cabeça, e re-fazendo cada detalhe da realidade que eles conheciam, estou aprendendo mais sobre este fenômeno do tédio.

E eis a minha conclusāo (até hoje): No auge de conflito violento, existem dois tipos de pessoas. Tem aquelas que lutam. E tem o resto. E o resto tem absolutamente nada a fazer além de esperar.

Até māes lutando para cuidar dos filhos, até tios e primos determinados a proteger a família de perigo, podem fazer muito pouco durante a batalha. Só podem esconder, junto com as pessoas amadas, e esperar.

Em conflito violento, tanto preços quanto desemprego chegam a uma taxa enorme, deixando poucas pessoas com qualquer renda para sobrar. Refugiados que fugiram do conflito raramente encontram empregos. Falta de dinheiro para gastar impōe limites – às vezes nem comida tem na casa para ser usada na atividade de cozinhar.

Em conflito violento, linhas eletrônicas e telefônicas frequentemente sofrem. E até onde existem linhas intatas, custa dinheiro para usar a força ou telecomunicaçōes, entāo é importante conservar. Por horas e horas, as pessoas que estāo na espera, ficam sem acesso à televisāo, internet, ou pessoas com as quais bater um papinho no telefone.

Tenho amigas que estavam no último ano de universidade quando tiveram que fugir da casa de madrugada. Sendo que sairam com pressa e em pé, elas nāo puderam levar os livros escolares com elas. Já é mal ter que quitar a universidade no último ano, mas pior ainda é ter que desistir completamente de ler!

Tédio.

E o que acontece quando as pessoas ficam entendiadas? Bem, o pior das hipóteses é que pessoas ficam agitadas e decidem participar na batalha. Infelizmente, isso acontece frequentemente.

Mas a coisa mais interessante que observei é que muitas pessoas que conheço se transformam em criaturas noturnas. Com nada a fazer, dormem de manhā. Aí nāo dá sono a noite entāo ficam acordadas até tarde. Finalmente adormecendo tarde, nāo tem porque pôr o alarme entāo dormem até mais tarde ainda no próximo dia. E assim, acabam dormindo mais tarde ainda a noite. Tāo tāo mal para a saúde, tanto física quanto emocional.

Mas o melhor das hipóteses é que laços de família ficam mais fortes. Irmāos e irmās, avôs e filhos, até vizinhos, reavivam aquela tradiçāo antiga de simplesmente falar um com o outro.

Como é esquisito este nosso mundo. Se você estiver lendo isso, peço que dê uma oraçāozinha por sírios que estāo entediados à ponto de loucura durante essa temporada de espera que parece nunca acabar?

Esta entrada foi publicada em Sirios que me inspiram e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.