Latrinas Escolares

Umas das coisas mais simpáticas que vi em Burkina Faso foi a prevalência de latrinas. No interior, nāo existe nenhum sistema de esgoto, e me parece que poucas pessoas, quem sabe ninguém, se interessa com um desejo de ter água de torneira ou um sistema de sanitaçāo. Até li que a densidade da populaçāo é tāo baixa em certas partes, que “defecaçāo ao ar livre“, é completamente normal, ao ponto de que ninguém se preocupa muito com o risco potencial de saúde, sendo que o espaço é tāo grande e quente e seco.

Mas ao crescer da populaçāo, e ao chegar do desenvolvimento até nos locais mais remotos, defecaçāo ao ar livre certamente terá seus limites.

Entāo, agora, todas construçōes mais novas e de melhor qualidade, fora das cidades, tem latrinas. Nāo precisa de encanamento nenhum – é só construir um telheiro de concreto em cima de um grande fosso seco. É seguro, limpo e fácil. E embora nāo seja tāo lindo quando o meu vaso sanitário que descarga com água, é bem mais fácil manter limpo, nāo requer muita água para usar, e é baratinho para construir.

Também adorei, pois se estava sentindo um pouco apertada na estrada, a soluçāo era fácil: encontraríamos uma escola local e eu poderia entrar rapidinho nas latrinas, fazer o que precisava fazer, e estávamos logo na estrada outra vez.

Nas imagens abaixo, eu estava parada entre uma escola, e suas latrinas. Virei para um lado e tirei uma foto da própria escola, aí virei para o outro lado e tirei uma foto das latrinas.

escola

latrinas

Esta entrada foi publicada em obra humanitária, viagem e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.