Impressōes da Romênia…

Durante esta semana que passou estive na Romênia. Participei de umas reuniōes meio-intensivas lá. Foram boas, mas falamos, demais. Falamos sobre tanta coisa!

Entāo nāo poderia dizer que pude conhecer Romênia bem. Nosso anfitriāo foi bem hospitaleiro e cuidou de todo o culturlaçamento por nós, o que quis dizer que pudemos simplesmente curtir a comida boa, as atraçōes e a paisagem, e longas mas boas reuniōes.

Mas eis umas coisas que aprendi sobre a Romênia:

– Quando alguém te dá uma estimativa de quanto tempo algo vai demorar, calcule mentalmente o dobro. Se nāo, poderá ficar impaciente. E sub-observaçāo: tudo é longe de tudo! É um país grande, espalhado, e as coisas geralmente nāo sāo muito próximas uma da outra.

– Prepare seu corpo para o consumo de enormes quantias de produtos de queijo e porco. Poderia contar agora uma história-zinha nojenta sobre como meu corpo se reagiu a tanta comida pesada, mas lhes pouparei. Só direi que o meu sistema NĀO estava preparado. Para quem nāo come queijo ou carne de porco, ou se por motivos morais ou religiosos ou de preferência pessoal, imagino que deve se preparar para umas conversas meio confusas (eu nāo tentei evitar as comidas locais, comi de tudo… mas minha suspeita é que nāo seria fácil evitar).

– Dê uma visitinha… umas visitinhas… às padarias. QUE DELÍCIA! Canela, chocolate, pāo fresco… ahhh

– Meu momento culinário predilecto foi repolho recheado com polenta. Já dá pra ver que me captei pela comida, heim?!

– Achei interessante estar num país do Leste da Europa que tinha um ar pacífico. Depois de passar um bom tempo nos Balcās, a vida na Romênia me atraiu por ser simples e calma.

 

Transylvania é, ou dizem que é, o único lugar no mundo no qual fazem janelas que se parecem com olhos. Dá um sustinho, nāo é?

Esta entrada foi publicada em travel e marcada com a tag . Adicione o link permanente aos seus favoritos.