Gatos, artesanato e mesquitas – um gostinho de tourismo em Istanbul

Sim, estou de volta de Istanbul. Já faz uma semana, pra falar a verdade, mas puxa como a vida foge! Esta semana foi mesmo long, pois muito aconteceu, mas o tempo voou.

Bem, esta foi minha primeira vez hospedade no distrito turístico de Istanbul. Ficamos bem na sombra da Mesquita Azul. Eu fielmente continuei me recusando a fazer atividades turísticas, e nāo entrei em nenhum museu nem nada do tipo. Pensamos em visitar um museu estabelicido pelo grande romancista Orhan Pamuk, baseado no seu romance Museu de Inocência, mas quando descobrimos que teríamos que, ou pagar um preço meio caro de entrada, ou entāo comprar o livro, a gente ficou com a impressāo de que isso tudo seria um pouco comercial demais para nosso gosto. Entāo perambulamos, visitamos uma com a outra e com outros amigos, tomamos café, e fizemos compras. E curtimos a vista da Mesquita Azul por um lado, e o Mar de Marmiris pelo outro, do telhado do nosso hotel.

Artesanato turco é fantástico. Colorido, de boa qualidade, preços razoáveis, criativo e feliz. Tinha vários tipos de pratos, lâmpadas e lustres de uma variedade imensa (uma das quais agora enfeita o meu quarto), lenços e bolsas, doces e mais. Tudo é tāo brilhante nas vitrines, que eu tinha medo de entrar em muitas das lojas por medo de quebrar algo. Entāo levei um leve susto ao ver isso em uma das lojas:

sim, esse gato é de verdade.

Esta entrada foi publicada em viagem e marcada com a tag , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.