hena… festa química!

Uma boa esposa sudanesa fará isso regularmente. Suas māos sāo sempre enfeitadas. Do dia em que casar até o dia no qual nāo importa mais com a vida de casada, ela terá desenhos de hena nas suas māos. Existem outras obrigaçōes de mulheres casadas culturalmente específicas ao Sudāo, mas deixarei esses para uma conversa mais privada.

O que se vê acima é chamado da “hena de mulher trabalhadora”, o que quer dizer que nāo é de fato hena. Na verdade, é uma tinta que faz mais ou menos a mesma coisa que hena, mas é mais escuro e mais rápido. Porque é fabricado com químicas, quem tiver pele sensível e alergias é aconselhado a evitar de usar. Parece gostoso, nāo é?

Bem, eu fiz uma vez só entāo nāo pode ter feito tanto dano assim, apesar de que minhas māos coçaram um pouco. Fiz a hena porque minha afilhada seria batizado logo na minha volta e queria fazer algo para comemorar seu dia especial com ela. Em muitas partes do mundo, hena é usada para comemorar algo de especial. A última vez que fiz hena nas minhas māos foi num casamento, por exemplo.

Uma amiga me perguntou se todas essas marcas pretas nas minhas māos nāo assustariam um nenezinho. Achei a pergunta apropriada… mas decidi arriscar. E foi uma alegria descobrir que ela nāo levou susto e, ainda mais, a hena a fascinou. A menininha de cinco meses se empolgou em tentar estudar meus dedos e descobrir se a coisa preta era comestível. (Nāo se preocupe, essas químicas tāo perigosas haviam a tempo secadas e foram lavadas para longe de mim… só a cor mesmo restou!)

Esta foi minha primeira vez fazendo hena-estilo-sudanês. Sinto que estou escrevendo este blog no tom das moças que enfeitaram minhas māos por mim: bruscamente. Cheguei no salāo de beleza e bati na porta várias vezes até alguem atender. Aparentemente elas estavam tirando soneca. A primeira moça começou a misturar o produto em outra sala enquanto sua irmā deu uma mexida na sala, evitando de me olhar. Assim que terminou o processo de desenhar tudo na minha māo (ela queria deixar meus dedos bem mais escuro que isso mas eu insisti que já ficaram bem escurinhos!), ela e sua irmā jantaram como fomentas.

Esta talvez seja a hena da mulher trabalhadora, mas ainda demorou mais de uma hora para secar, e isso no calor do deserto sudanês! Quando finalmente secou, eu estava mais que pronta para recuperar o uso de minhas māos!

Esta entrada foi publicada em comemoraçāo e marcada com a tag , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.